Edgard Scandurra e sua paixão por HQ

amigos-invisiveis-w320
Além de aficionado por histórias em quadrinhos, tenho também alguns outros interesses “artísticos”. Entre eles, um de destaque desde a adolescência é rock e, dentro dessa imensidão sonora, um dos gêneros favoritos é o rock nacional dos anos 80.

Edgard Scandurra é um dos maiores nomes do rock brasileiro, líder e principal compositor da banda paulistana Ira!, ele também gravou álbuns solo, sendo o primeiro chamado “Amigos Invisíveis”, de 1989.

Repleto de composições bem diversificadas, desde instrumentais, outras bem rockers, algumas ligeiramente mais pop, o álbum traz o guitarrista em momentos intimistas, onde ele expõe várias de suas paixões.

E Histórias em Quadrinhos, ou melhor, “Banda Desenhada”, ou simplesmente “BD” – como são conhecidas em Portugal, é uma dessas paixões do músico. Ele compôs, cantou e tocou todos os instrumentos da canção “Amor em BD”, a segunda faixa do disco (isso já foi importante!), uma pérola dos anos 80 que pouca gente conhece! Confiram a letra e vejam quem o Scandurra exalta na música:

AMOR EM B.D.
(Edgard Scandurra)

 

ADÉLE
PAULETTE
BRANCA-FLOR
SHEMER
VALENTINA
JUSTINE
BARBARELLA
TERNA-VIOLETA

SHEENA DAS SELVAS
LINDA ADORA ARTE

RAIOS!

 

Nosso caso de amor
Nosso louco, doentio caso de amor

Todo o dia, um tormento

Toda a noite uma despedida
Nosso louco caso de amor

Doentio caso de amor

Como um Blues que não se acaba

Dentro do meu pensamento

 

ADÉLE
JUSTINE
VAMPIRELLA
EMANUELLE

 

Você me toca, me toca o coração!
Nosso louco caso de amor… doentio

Ô Droga!

Pois é: só mulheres!
E algumas das maiores musas de todos os tempos. Provavelmente Barbarella, Vampirella, Sheena das Selvas e Valentina são as mais conhecidas aqui no Brasil…

Scandurra chega a dedicar o álbum para “os mestres da BD européia”, criadores da maioria dessas personagens que aparecem na canção. Por falar nisso, quem não lê quadrinhos europeus não sabe a delícia que está perdendo. Claro que passa longe do super-herói, mas é uma produção muito sofisticada, elegante e às vezes anárquica! Atualmente há vários lançamentos desse gênero aqui no Brasil, vale a pena arriscar uns volumes…

Recomendo a todos os curiosos a procurar e ouvir “Amor em BD”! Ela é muito, muito bacana mesmo, cantada com vontade, um riff legal, enfim, daquelas músicas que chegam a grudar no ouvido.

Engraçado que posteriormente o vocalista Nasi também começou a curtir HQ, mais especificamente Wolverine e outros anti-heróis, e há algumas referências sobre o gênero em outras passagens da história do Ira!, como nas capas e encartes do álbum “Meninos da Rua Paulo”.

Pois é. Quadrinhos e rock às vezes se encontram, e juntos já renderam músicas e fatos bem interessantes. Sempre que me sentir inspirado, vou comentar sobre essas jam sessions por aqui.

Abraços.

Uma resposta em “Edgard Scandurra e sua paixão por HQ

  1. entaum.. eu vi o scandurra tocando isso no jo soares ha anos atras… soh fui encontrar hj… pq me lembrava da letra… e naum sabia o nome do som.. joguei no google.. cai aqui..
    tanx
    te devo uma estrelinha na testa..
    =*
    s2

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s